Profissões

Futuro | via Facebook
'DIREITO'

É a ciência que cuida da aplicação das normas jurídicas vigentes em um país, para organizar as relações entre indivíduos e grupos na sociedade. Zelar pela harmonia e pela correção das relações entre os cidadãos, as empresas e o poder público é a função do bacharel em Direito. Para isso, ele analisa as disputas e os conflitos com base no que está estabelecido na Constituição e regulamentado pelas leis, defendendo os interesses do cliente em diversos campos, como penal, civil, previdenciário, trabalhista, tributário e comercial. Resolve litígios que envolvem indivíduos ou empregados e empregadores. Defende o meio ambiente, os direitos das minorias e o patrimônio histórico e cultural. Existem duas carreiras distintas para esse bacharel: ele pode atuar como advogado ou seguir a carreira jurídica, trabalhando como advogado público, juiz, promotor de Justiça ou delegado de polícia. Para ser advogado é preciso passar em exame da OAB. Já o candidato a juiz, promotor ou delegado de polícia tem de prestar concurso público. Para se tornar juiz, além do concurso, é necessário ter dois anos de inscrição na OAB como advogado.
  • Mercado de Trabalho
O novo Código de Processo Civil, que tramita no Congresso, prevê a criação de instrumentos para reduzir o tempo de tramitação de processos pela Justiça brasileira. Por isso, deve crescer a demanda no setor público, nas esferas Estadual e Federal, que já é grande para esse bacharel. No Judiciário, o número de magistrados está abaixo do necessário. E os concursos públicos devem continuar nos próximos anos. "Cresce, também, o estímulo à figura do mediador para a solução de conflitos", diz o professor Gabriel Pires, coordenador do curso da UFV. Outras vagas que exigem nível superior, como para auditor ou analista da Receita Federal, também podem ser ocupadas por advogados, graças ao conhecimento da legislação. Estão em altos ramos mais recentes, como o direito ambiental e da tecnologia da informação, que lida com questões relacionadas à internet. Empresas de vários setores precisam de advogados para adequar suas atividades à legislação ambiental. Também tem destaque o direito internacional. A procura não parte apenas de escritórios de advocacia ou de grandes companhias com departamento jurídico, mas também de instituições do terceiro setor. Na área empresarial, multinacionais costumam empregar o bacharel para lidar com processos dos setores trabalhista, tributário, cível e empresarial, bem como especialistas em direito internacional. Há vagas, também, em escritórios de direito. "Ainda há áreas com déficit de advogados, como o direito tributário", diz Pires. Na carreira pública, na qual o graduado ingressa por meio de concurso para ser juiz, promotor, procurador ou delegado de polícia, um nicho em alta é a defensoria pública, voltada para o atendimento da população carente. As parcerias público-privadas (PPP), incentivadas pelo governo, também aquecem o mercado para o advogado especialista em contratos públicos. Nesse caso, ele pode trabalhar tanto nas esferas municipal e estadual quanto na federal.


Salário inicial: R$ 1.871,95 (até um ano de inscrição na OAB); fonte: Sindicato das Sociedades de Advogados dos Estados de São Paulo e Rio de Janeiro


  • FAÇA UM TESTE DE CONHECIMENTO PARA ESTA PROFISSÃO CLIQUE AQUI.
  • Para saber mais clique AQUI na fonte Guia do Estudante



'MEDICINA'

É a ciência que investiga a natureza e as causas das doenças humanas, procurando sua cura e prevenção. A saúde humana é o objeto de estudo do médico. Ele pesquisa e trata disfunções e moléstias, escolhendo os melhores procedimentos para preveni-las e combatê-las. Para isso, tem de estar sempre bem informado a respeito de novas drogas e equipamentos que proporcionem aos pacientes os diagnósticos e os tratamentos mais avançados e eficientes. Com um conhecimento aprofundado dos órgãos, sistemas e aparelhos do corpo humano, faz diagnósticos, pede exames, prescreve medicamentos e realiza cirurgias. Participa também de programas de prevenção e de planejamento da saúde coletiva. Há trabalho para o médico em hospitais, clínicas, postos de saúde e empresas. Grande parte atua também em consultório próprio. Pode trabalhar ainda como consultor em sites especializados, voltados para o exercício da medicina.
  • Mercado de Trabalho

De acordo com o Conselho Federal de Medicina, há no Brasil cerca de 330 mil médicos - ou seja, um médico para cada 578 habitantes. Para atingir o nível dos Estados Unidos - que é de um médico para 411 pessoas -, o país ainda precisa formar mais 100 mil médicos. Daí a profissão se manter sempre em alta. A maior demanda vem do sistema público de saúde, na área de assistência básica, que inclui as unidades básicas e o Programa de Saúde da Família, em cidades do interior e periferias das metrópoles. Médicos especializados em emergência, anestesia, terapia intensiva e cirurgias de alta complexidade estão em falta no mercado. O mesmo acontece com os pediatras. "Em todo o Brasil há falta de pediatras, por isso a demanda é muito grande. Essa carência se deve, principalmente, pela rotina do profissional", diz Maurício Etchebehere, coordenador do Internato Médico da Unicamp. Uma pesquisa realizada em 2008 pelo Ministério da Saúde constatou que pediatria era a especialidade médica mais difícil de encontrar profissionais. Essa falta de profissionais já se reflete no valor dos salários. Se há dois anos o valores eram baixos, o mercado já observa melhorias. Como há poucos profissionais, os contratados recebem salários melhores. A desigualdade na distribuição dos médicos no Brasil, em que a maioria está nos grandes centros urbanos, torna a Região Norte muito atrativa: ali existe apenas um médico para cada grupo de 1.130 habitantes. "Quanto mais para o interior do país se vai, maior é a carência de profissionais", diz o professor da Unicamp. As novas áreas de atuação (veja lista ao lado) também devem aquecer o mercado. Só em relação à medicina paliativa, cerca de 650 mil pacientes precisam de cuidados desse tipo no país, a cada ano. 


Salário inicial: R$ 3.120,00 (24 horas semanais em hospitais, clínicas, casas de saúde, laboratórios de pesquisas e análises clínicas); fonte: Sindicato dos Médicos de São Paulo.


  • FAÇA UM TESTE DE CONHECIMENTO PARA ESTA PROFISSÃO CLIQUE AQUI
  • Para saber mais clique AQUI na fonte Guia do Estudante



'ENGENHARIA CIVIL'

É o ramo da engenharia que projeta, gerencia e executa obras como casas, edifícios, pontes, viadutos, estradas, barragens, canais e portos. O engenheiro civil projeta, gerencia e acompanha todas as etapas de uma construção ou reforma. Sua atuação inclui a análise das características do solo, o estudo da insolação e da ventilação do local e a definição dos tipos de fundação. Com base nesses dados, o profissional desenvolve o projeto, especificando as redes de instalações elétricas, hidráulicas e de saneamento do edifício e definindo o material que será usado. No canteiro de obras, chefia as equipes de trabalho, supervisionando prazos, custos, padrões de qualidade e de segurança. Cabe a ele garantir a estabilidade e a segurança da edificação, calculando os efeitos dos ventos e das mudanças de temperatura na resistência dos materiais usados na construção. Esse profissional também pode dedicar-se à administração de recursos prediais, gerenciando a infraestrutura e a ocupação de um edifício.
  • Mercado de Trabalho

O mercado para esse engenheiro está aquecido em todo o país, e a expectativa é melhorar ainda mais nos próximos anos. O bom momento atual é reflexo do crescimento da economia e de programas do governo federal como o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e o Minha Casa, Minha Vida, que aumentou a oferta de imóveis. "A realização de dois grandes eventos - Copa do Mundo e Jogos Olímpicos, em 2014 e 2016 -, cria vagas tanto na construção quanto na recuperação de estruturas. Exemplos de obras são estádios, aeroportos e linhas de metrô", afirma o professor José Mario Doleys Soares, coordenador do curso da UFSM. O aquecimento do mercado imobiliário nos últimos anos segue influenciando a grande procura pelo engenheiro especializado em construções urbanas. Escritórios de arquitetura também costumam contratar o profissional para atuar no planejamento de projetos. Entre os setores apontados como promissores, está o de petróleo e gás, que deverá receber investimentos em obras de grande porte, como gasodutos, refinarias, barragens, plataformas, navios e estaleiros. Outras áreas com boa perspectiva são energia e saneamento básico. 
Salário inicial: R$ 3.270,00 (6 horas diárias); fonte: Confea

  • FAÇA UM TESTE DE CONHECIMENTO PARA ESTA PROFISSÃO CLIQUE AQUI
  • Para saber mais clique AQUI na fonte Guia do Estudante



'LETRAS'

É o estudo da língua portuguesa e de idiomas estrangeiros e de suas respectivas literaturas. O bacharel em Letras pesquisa e ensina o português e idiomas estrangeiros e a literatura brasileira e de outros povos. Em geral, ele se especializa em uma língua moderna, como inglês, espanhol, francês e alemão, mas também pode dedicar-se a línguas clássicas, como latim e grego. Essa é uma área em que é preciso estudar sempre, a fim de manter o domínio dos idiomas e estar atualizado com as novas expressões idiomáticas. O principal campo de trabalho está nas escolas dos ensinos Fundamental e Médio ou de idiomas. Mas também há espaço em editoras, para fazer a preparação de originais e para revisar e traduzir textos, e nas áreas de interpretação e secretariado bilíngue.
  • Mercado de Trabalho

Escolas das redes pública e privada contratam professores de português, espanhol ou inglês. Os formados que obtêm o título de mestre ou doutor podem lecionar em universidades e desenvolver projetos de pesquisa acadêmica. "Um dos motivos para a boa oferta de vagas é a expansão das universidades federais", diz o professor Emílio Maciel, coordenador do curso da Ufop. Mas é preciso desmistificar que o campo da docência seja o único possível. "Tradução e revisão são áreas muito promissoras", afirma Maciel. O graduado pode trabalhar em editoras de revistas e livros, na revisão e preparação de textos. O mercado de revisão de teses e dissertações também cresce, já que aumenta o número de alunos na pós-graduação. O especialista também é requisitado por empresas para treinar os funcionários na fluência de idiomas, ensinar português para estrangeiros, realizar traduções e versões de documentos, além de ministrar cursos sobre a nova ortografia da língua portuguesa. É possível atuar como intérprete em eventos ou para grupos estrangeiros em visita ao Brasil. Um segmento quente do mercado é o de "localização" - tradução dos comandos e manuais dos programas de computador importados. "Apesar de São Paulo e Rio de Janeiro ainda concentrarem as maiores oportunidades de trabalho para esse graduando, um número cada vez maior de grandes empresas se desloca para outras regiões do país - o que amplia a procura pelo profissional", diz o professor Ronaldo de Oliveira Batista, coordenador do curso do Mackenzie. 


Salário inicial: R$ 1.187,00 (professores da Educação Básica pública, por 40 horas semanais); fonte: Ministério da Educação.




  • FAÇA UM TESTE DE CONHECIMENTO PARA ESTA PROFISSÃO CLIQUE AQUI
  • Para saber mais clique AQUI na fonte Guia do Estudante





'ARQUITETURA E URBANISMO'

É a arte de projetar e organizar espaços internos e externos, de acordo com critérios de estética, conforto e funcionalidade. O arquiteto projeta e coordena a construção ou a reforma de prédios. Ele faz a planta e determina os materiais que serão utilizados na obra, levando em consideração o uso do imóvel, a disposição dos objetos, a ventilação e a iluminação. Ao lado do engenheiro, acompanha a construção e gerencia os custos e a mão de obra. Atua nas etapas finais da obra, que vão desde a escolha dos revestimentos até a decoração de interiores. Como urbanista, planeja o crescimento de cidades e bairros. Também desenha objetos e elabora placas de sinalização e logotipos.
  • Mercado de Trabalho

Os próximos grandes eventos que o Brasil receberá - a Copa do Mundo em 2014 e os Jogos Olímpicos em 2016 - ajudam a manter aquecido o mercado imobiliário e aumentam a procura por arquitetos, em especial nas cidades-sede da Copa, e no Rio de Janeiro, local das Olimpíadas. "A situação atual da economia também aquece o mercado porque há mais investimentos em infraestrutura", diz Valter Caldana, diretor da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo do Mackenzie, em São Paulo. Governos municipais, estaduais e federal também demandam o profissional para reforma e construção de prédios públicos, rodovias, portos e estádios. Mas, no geral, os arquitetos são contratados por grandes escritórios de arquitetura e construtoras para atuar no projeto, na construção e em reformas de edifícios comerciais e residenciais. Como autônomo, costuma ser requisitado para projetos residenciais. A maior parte das vagas está no Sul e Sudeste, mas o mercado no Nordeste vem crescendo muito, com perspectivas de boa contratação nos próximos anos. 


Salário inicial: R$ 3.270,00 (6 horas diárias; fonte: Confea).


  • FAÇA UM TESTE DE CONHECIMENTO PARA ESTA PROFISSÃO CLIQUE AQUI
  • Para saber mais clique AQUI na fonte Guia do Estudante



'MARKETING'

É o conjunto de conhecimentos necessários para estimular a venda de produtos e serviços, detectando e aproveitando as oportunidades de mercado, com o objetivo de satisfazer o cliente e obter retorno para determinada marca, empresa ou pessoa. Cabe ao profissional traçar e executar estratégias para alcançar os objetivos que a empresa deseja atingir, como lealdade à marca, boa imagem do produto e lucratividade. Pode atuar em qualquer tipo de organização, desde departamentos de marketing de grandes empresas até institutos de pesquisa e órgãos públicos. Está habilitado também a prestar assessoria a pequenos e médios negócios, nos quais sua principal função é promover a marca e o lançamento de produtos, definindo, por exemplo, as estratégias, o público-alvo e o preço a ser estabelecido. Trabalha ainda com pesquisa de mercado, coletando e analisando dados sobre o perfil do consumidor e o ambiente socioeconômico, na inovação de produtos que já existem e necessitam de atualização e com merchandising (veja a definição no item "O que você pode fazer").
  • Mercado de Trabalho

O mercado continua em alta para o bacharel e o tecnólogo dessa carreira."As empresas buscam se aproximar do consumidor como forma de aumentar suas vendas, e, nesse trabalho, o profissional de marketing é fundamental", afirma Mateus Franco Freire, coordenador do curso de bacharelado em Comunicação e Marketing da Unifacs, em Salvador. Bacharéis e tecnólogos são contratados por agências de propaganda e publicidade e departamentos de marketing de grandes empresas, dos mais diversos segmentos. Além da área de estratégias, há boas chances também no setor de vendas e no marketing B2B (business to business - comércio eletrônico associado a operações de compra e venda de informações, produtos e serviços pela internet ou redes privadas de negócios). 
O profissional pode trabalhar como autônomo, prestando consultoria para pequenas empresas. As regiões Sul e Sudeste concentram a maior parte dos postos de trabalho, mas as principais cidades nordestinas apresentam tendência de melhora na oferta. 


Salário inicial: de R$ 2.779,50 (fonte: Conselho Federal de Administração); R$1.500,00 (fonte: prof. Mateus Franco Freire, Unifacs. 


  • FAÇA UM TESTE DE CONHECIMENTO PARA ESTA PROFISSÃO CLIQUE AQUI
  • Para saber mais clique AQUI na fonte Guia do Estudante


'PUBLICIDADE E PROPAGANDA'


O publicitário cria, realiza e divulga campanha se peças publicitárias, procurando a melhor forma de apresentar um produto ou serviço ao consumidor e promover sua venda. Ele atua na elaboração de estratégias e inovações na área de comunicação, visando a obter melhoramentos na relação de empresas e instituições com a sociedade. Para isso, pesquisa o perfil do público-alvo, levantando dados como idade, condição socioeconômica, escolaridade, costumes e hábitos de consumo. Faz a arte de embalagens e de identidade corporativa. Escolhe a abordagem e os meios de comunicação mais adequados à campanha: outdoors, anúncios de jornais e revistas, comerciais de rádio e TV e banners em sites da internet. Cria os textos e as imagens e acompanha sua produção. Depois da campanha, faz novas pesquisas para avaliar o impacto da propaganda sobre o consumidor. O campo de atuação também é bastante abrangente. O profissional de publicidade e propaganda pode trabalhar em agências de publicidade e departamentos de marketing ou de comunicação de grandes empresas.
  • Mercado de Trabalho
O mercado de publicidade e propaganda é bem concorrido. As faculdades formam um grande número de publicitários a cada ano e a demanda não é tão grande. "As melhores chances estão nos nichos de comunicação digital, a área de promoções, eventos e relacionamento com o cliente", diz Luiz Fernando Garcia, coordenador do bacharelado em Publicidade e Propaganda da ESPM-SP. Outro nicho é a promoção de vendas em departamento de marketing de grandes empresas, jornais e revistas, produtoras de som e imagem, empresas de web e organizadoras de eventos. As maiores agências ficam em São Paulo, mas grandes empresas estão expandindo seus negócios para outras regiões e, com isso, abrindo mercados para agências de publicidade, sobretudo no Sul e no Centro-Oeste. 



Salário inicial: R$ 852,00 (fonte: Sindicato dos Publicitários do Estado de São Paulo).
  • FAÇA UM TESTE DE CONHECIMENTO PARA ESTA PROFISSÃO CLIQUE AQUI
  • Para saber mais clique AQUI na fonte Guia do Estudante




'PEDAGOGIA'

É a área que trata dos princípios e métodos de ensino, na administração de escolas e na condução dos assuntos educacionais. O pedagogo, que trabalha para garantir e melhorar a qualidade da educação, tem dois grandes campos de atuação: a administração e o magistério, de modo que pode tanto gerenciar e supervisionar o sistema de ensino quanto orientar os alunos e os professores. Em órgãos do governo, estabelece e fiscaliza a legislação de ensino em todo o país. Em escolas, orienta e dirige os professores, com o objetivo de assegurar a qualidade do ensino. Também é ele quem verifica se os currículos estão sendo cumpridos e se condizem com as leis educacionais. Acompanha e avalia, ainda, o processo de aprendizagem e as aptidões de cada aluno. Pode trabalhar também com portadores de deficiências físicas ou intelectuais, auxiliando em sua inclusão na sociedade, ou com educação a distância.
  • Mercado de Trabalho

O mercado de trabalho para o pedagogo apresenta dois grandes espaços. O primeiro é atuar como professor de educação infantil e nas funções de administração escolar. Nesse caso, os principais empregadores são as escolas, públicas ou privadas. Nas públicas, o pedagogo é contratado por concurso, e tem havido expansão nas vagas. Secretarias estaduais e municipais de Educação em todo o país vêm abrindo concursos para funções de direção, coordenação e orientação pedagógica. A segunda possibilidade é atuar em outros tipos de espaço em que haja ação educativa, como o campo de tecnologia educacional, em que o profissional cria, analisa e avalia materiais pedagógicos. Já nesse caso, os contratantes são ONGs, institutos e cooperativas. A rede hospitalar também contrata esse profissional, para trabalhar em brinquedotecas, desenvolvendo atividades que proporcionem o bem-estar de crianças doentes, e para acompanhamento pedagógico de crianças com longo tempo de internação, o que as obriga a ficar longe da escola. Há, ainda, oportunidade em grandes empresas, como Coca-Cola, Natura,Bradesco e Banco do Brasil, para atuar tanto na educação corporativa quanto em setores específicos voltados para a educação. "Outra área que ganha espaço é ade recreação e lazer em grandes Resorts , diz o professor Carlos Honório Pinheiro, do curso da Universidade Anhembi-Morumbi. "Nesses locais de trabalho,o pedagogo dá caráter educativo a brincadeiras e atividades de lazer." Além disso, os graduados nesse curso também podem atuar como arte-educadores,utilizando técnicas artísticas como colagens e esculturas no ensino de jovens e crianças. Prefeituras necessitam de equipes multidisciplinares na área socioeducativa, e a presença de um pedagogo é fundamental para a criação de projetos educacionais. 



Salário inicial: R$ 843,25 (professores da Educação Infantil até o Ensino Fundamental II); fonte: Sindicato dos Professores de São Paulo.

  • FAÇA UM TESTE DE CONHECIMENTO PARA ESTA PROFISSÃO CLIQUE AQUI
  • Para saber mais clique AQUI na fonte Guia do Estudante


'JORNALISMO'

São a procura e a divulgação de informações por meio de veículos de comunicação, como jornais, revistas, rádio, TV e internet. O jornalista é o profissional da notícia. Ele investiga e divulga fatos e informações de interesse público, redige e edita reportagens, entrevistas artigos, adaptando o tamanho, a abordagem e a linguagem dos textos ao veículo e ao público a que se destinam. Senso crítico, capacidade de expressão, domínio do português e de técnicas de redação são fundamentais no exercício da profissão. Ele precisa dominar, também, os softwares de edição de textos e de imagens.
  • Mercado de Trabalho

"As mídias sociais duplicaram o mercado de trabalho para o jornalista, principalmente em assessoria de imprensa, que está absorvendo muita mão de obra", diz Cristiane Henriques Costa, coordenadora do bacharelado em Jornalismo da UFRJ. Para conquistar uma dessas vagas, o bacharel tem de entender a linguagem da internet das redes sociais, como Twitter ou Facebook. As oportunidades estão em portais, revistas on-line, blogs e sites de empresas, em geral. A comunicação corporativa ou empresarial costuma oferecer maiores oportunidades de trabalho do que as redações de revistas, jornais e agências de notícias. O diploma não é mais obrigatório, mas as empresas de comunicação ficaram mais exigentes na hora de contratar jornalistas. Dessa forma, ter uma formação superior é um ponto positivo no currículo. "Nos pedidos de estágios que recebemos aqui, reparamos que eles querem um profissional que também saiba diagramar, montar site, fotografar e editar. Não basta apenas escrever a matéria", conta a professora da UFRJ. São Paulo, por concentrar grande número de editoras e jornais, oferece o maior número de vagas. No Rio de Janeiro o mercado deve ficar aquecido nos próximos anos com a realização da Copa do Mundo - a cidade abrigará o Centro de Imprensa do torneio - e das Olimpíadas de 2016. Além de trabalharem com carteira assinada, muitos jornalistas atuam como prestadores de serviços, ou freelancers. 



Salário inicial: R$ 1.940,00 (5 horas diárias em jornais ou revistas da capital); R$ 2.196,00 (assessoria de imprensa na capital); fonte: Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo.

  • FAÇA UM TESTE DE CONHECIMENTO PARA ESTA PROFISSÃO CLIQUE AQUI
  • Para saber mais clique AQUI na fonte Guia do Estudante



'DESIGNER DE MODA'

É a arte de criar e comercializar peças de vestuário e acessórios, seguindo estilos e tendências. O profissional de moda desenha roupas e produtos, como joias, cintos e calçados, e define estilos e modelagens. Analisa tendências de comportamento para desenvolver coleções adaptadas ao gosto do público-alvo e promove a comercialização dos artigos. Responsabiliza-se pela aquisição de matérias-primas e desenha estampas nas indústrias têxteis ou modelos nas confecções. Como gestor, pode pesquisar o mercado consumidor, estabelecer estratégias de marketing para campanhas de lançamento de produtos e cuidar da promoção de vendas. Está habilitado também a trabalhar no departamento de compras de grandes magazines. Pode, ainda, prestar assessoria de moda para pessoas ou para grandes lojas. Nesse caso, define a disposição dos produtos nas vitrines e escolhe as coleções a ser compradas.
  • Mercado De Trabalho

A indústria da moda continua crescendo e busca tanto bacharéis quanto tecnólogos para atender às mais diversas etapas da cadeia produtiva. De acordo com a Global Language Monitor, empresa de pesquisa de tendências, São Paulo ocupa a liderança na América Latina na lista de capitais da moda. No mundo, é a décima colocada. "É um mercado em constante evolução. Exportamos não só tendências, mas também as técnicas de desenvolvimento e produção de moda", diz Sandra Pekal, coordenadora do bacharelado em Design de Moda do Centro Universitário Belas Artes, em São Paulo. Os segmentos de moda masculina, infantil, praia e de lingerie são os mais carentes do profissional, que é chamado para trabalhar na área produtiva, de criação de estampas, desenvolvimento de coleções e produção. O planejamento e o gerenciamento de marcas com base em pesquisas de comportamento e consumo, a criação de tendências e a gestão de materiais também são setores fortes. A capital e o interior paulistas oferecem o maior número de vagas. Na Região Sul, malharias e indústrias de calçados costumam contratar os graduados. 



Salário inicial: a partir de R$ 1.000,00 (assistente de estilo); R$ 2.500,00 (estilista); fonte: profa.Valeska Fonseca Nakad, do Belas Artes.

  • FAÇA UM TESTE DE CONHECIMENTO PARA ESTA PROFISSÃO CLIQUE AQUI
  • Para saber mais clique AQUI na fonte Guia do Estudante

'MEDICINA VETERINÁRIA'

A pedido de um leitor 'Anônimo' que deu a ideia de colocar 'Medicina Veterinária  aí está sobre a área de Veterinária!
O médico veterinário dá assistência clínica e cirúrgica a animais domésticos e silvestres, além de cuidar da saúde, da alimentação e da reprodução de rebanhos. Outra de suas funções, complementando sua atenção na saúde animal e na saúde pública, é inspecionar a produção de alimentos de origem animal. Neste caso, o médico veterinário verifica o cumprimento das normas de higiene nas indústrias, a fim de evitar a transmissão de doenças para o ser humano. Na indústria alimentícia, ele controla as tecnologias de produção. Em qualquer indústria que utilize matéria-prima de origem animal, a presença do médico veterinário é indispensável para realizar o controle dessa matéria-prima. Pode atuar, ainda, na área de vendas de alimentos, medicamentos, vacinas e de outros artigos para animais.
  • Mercado de trabalho:
O mercado de veterinária clínica e cirúrgica está relativamente saturado nos grandes centros. Mas a demanda é grande nas cidades menores. A recente ascensão de 30 milhões de brasileiros à classe média tem tudo a ver com esse aquecimento. "Conforme melhora a condição econômica dos habitantes dessas regiões, cresce também a busca pelo atendimento em clínicas veterinárias destinadas a animais domésticos", diz Ângela Patrícia Santana, coordenadora do curso da UnB. Outras áreas estão aquecidas - controle e inspeção de alimentos, saúde pública, zoonose e nutrição de animais de companhia. Na área de alimentos, faltam profissionais para adequar as condições de produção às normas de exportação.

Salário inicial: R$ 3.732,00 (6 horas diárias); fonte: Sindicato dos Médicos Veterinários do Estado de São Paulo.

  • FAÇA UM TESTE DE CONHECIMENTO PARA ESTA PROFISSÃO CLIQUE AQUI
  • Para saber mais clique AQUI na fonte Guia do Estudante




10 comentários:

  1. Fale sobre a área de Viterinária

    ResponderExcluir
  2. Letras com certeza!
    amo! letras ou veterinária, dúvida cruel...
    minhas duas paixões!
    será que tem como ser os dois?

    ResponderExcluir
  3. Haha', mas é claro que tem como você ser as duas coisas!
    Todos nós conseguimos, e só querer!

    ResponderExcluir
  4. Ou estilista ou engenharia ou arquitetura <3 amo estes

    ResponderExcluir
  5. Gostaria de ser ou estilista ou fotografa! tenho paixão por moda, desenho, e tirar fotos <3

    ResponderExcluir

- Se tive alguma dica, diga! =)
- Alguma dúvida ou algum pedido? Comente!
- Sim, visito o seu blog, mande o link! =D
-Favor não ofender ninguém, elogios e criticas são bem vindos, mas mantem o respeito!
Obrigada, MB!

Copyright © 2016 | Design e Código: Mistério do Brilho e Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo